sábado, 17 de setembro de 2011

Coisas que desanimam...

Estamos no Cabanga iate clube, em uma vaga para catamarã. Fomos agraciados pelo Hans e pela Karina, que estão construindo um catamarã no Maranhão. Como AVENTUREIRO2  não ficou pronto a tempo da regata, nós estamos utilizando a vaga deles. Gostaríamos de agradecer aos dois pela gentileza.

O píer da vaga é muito bem feito (pelo que entendi, cada pessoa que compra uma vaga no clube e faz o píer da maneira que quiser), então têm píer de tudo quanto é jeito...

No que estamos é ótimo! Temos água a vontade,  e energia, que só não estamos utilizando porque nossos painéis solares suprem nosso consumo traquilamente...

Pois bem, porque o título da minha postagem é  Coisas que desanimam?  Poderia ser: Somos azaremos da porra, como dizem o pessoal daqui, mas se eu colocasse isso no título, minha mãe me ligaria na hora puxando a minha orelha...

Entre um dos probleminhas que aparecem todos os dias, o que se sucesseu essa semana foi uma bendita lancha, estava atracada ao nosso lado. Essa lancha saia praticamento todos os dias, e revezava a vaga com outra lancha, era um entra e sai que eu nem sabia que eram os marinheiros. Até que um dia, um marinheiro fundeou e não colocou as defensas do lado da lancha dele. O vento sempre vem de um lado, o lado que se a lancha se soltasse viria para cima do nosso barco, e adivinhem: Ele colocou as defensas do outro lado, o lado que nunca daria problema algum!  Resultado: O nosso costado todo machucado.

Quando Fausto foi falar com o marinheiro educadamente, o marinheiro se ofendeu, não admitiu que foi erro dele, disse que o problema era o fundo de lama que é ruim aqui dentro, por isso o a lancha havia se soltado... Isso ele gritando. Dai, saimos e não falamos mais com o marinheiro.

Explicamos o problema para Sueli, e enviei a ela as fotos que eu havia tirado como prova da negligência do marinheiro. Independente do porque a lancha se soltou, nós fomos prejudicados e queremos uma reparação.

P9090105A lancha têm um arrebites de alumínio ou sei lá o que, mas apesar das batidas não serem fortes, machuraram até a fibra que protege a madeira do nosso barco.

P9090107A lancha completamente fora da vaga dela. Alé do nosso costado, ela também batia na popa no píer.

P9090112Olhem as defensas dele, bonitinhas em CIMA do barco. Só servem de enfeite!

P9110002     P9110011 O resultado

P9110009Fez uma carreira de furos. 

 

Ainda não acabou, querem ouvir uma piada?

A lancha saiu do clube. No outro dia a Sueli veio nos dizer que, o dono da lancha não iria pagar o conserto da pintura porque um dos sofá dele tinha um furo, que não havia antes. E que nós quem furamos o sofá, por isso não iria pagar.

Quando ela me disse isso, deu até desânimo. Além do prejuizo ainda fomos taxados de vândalos.

Entramos com um "processo" na diretoria do clube, e vamos aguardar. Se não der resultado, entraremos com um processo na marinha.

Novamente finalizo um post com a frase Nada é perfeito!

Abraços,

Guta

Comentários
2 Comentários

2 Comentários:

Anônimo disse...

Bom nao eh a primeira vez que vcs tem problemas com a ëducacao"do povo de Recife neh? Eh o tipo de lugar que o melhor mesmo eh passar longe.

Fininho

Anônimo disse...

É só empurrar a lancha com o pé tira a boia da lancha e colocar no lugar. se reclamarem é só cobrar um dinheiro por fazer o trabalho de um marinheiro. até+

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!