terça-feira, 4 de setembro de 2012

Campinho x Salvador

Antes de sairmos de Maraú fomos com o nosso bote até a cachoeira de Tremembé. O passeio foi muito bom, o caminho até lá pelo rio é muito bonito e o almoço no restaurante do lado da cachoeira muito gostoso! Não dá para comer Pitu e não gostar né?!

P8100009

P8100001

P8100008 P8110010 P8100004

 Quando voltamos para Campinho, encontramos o casal Pieter e Cristina do veleiro Onda Boa. Fizemos a caminhada básica de Campinho a Barra Grande, na verdade quase fomos a Itaipu de Fora, mas a maré estava aumentando e seria complicado para voltarmos a Barra Grande. Eu e a Cris atravessamos um rio de canoa(por causa das mochilas tá?!), Fausto e o Pieter foram nadando porque o canoeiro estava do outro lado e não nos ouvia.

Se a canoa não virar olê olê olá… Eu chego lá… Literalmente!

P8150018 De vez enquando eu ou ela dávamos um gritinho… rsrsrsrrs

P8140015Churrasco no Onda Boa. Eu fiz uma lasanha de camarão no Guruçá, mas esqueci de tirar fotos, orelhudinha!

A velejada para Salvador foi maravilhosa.

A recepção na administração TENAB (Terminal náutico da Bahia) PÉSSIMA, como nos anos anteriores. Incrível como cada ano as coisas pioram por lá. Um dos píers do clube está afundando. Uma daquelas obras que custaram milhões e que depois não funcionam.

Nós não ficamos atracados ao píer do TENAB, como o rebojo é muito forte o ano passado, o nosso barco bateu no píer. Quem conhece o TENAB sabe o rebojo e as marolas que os barcos estão sujeitos. Fomos para uma poita de um amigo e desembarcávamos pelo clube. Pagávamos R$ 4 por dia para poder deixar o bote. Esse ano, quando fui dar entrada no bote, informaram que não poderíamoS, que esse serviço não existia mais. Quando perguntei: E onde podemos desembarcar em Salvador? O gerente nos disse que deveríamos usar uma marina particular ou deixar o bote no píer dos pescadores (um lugar horrível que se bobear roubam até o seu pensamento). Como assim? Uma marina “administrada” (muito mal por sinal), pelo estado, me manda usar uma marina particular!? Como eu já havia deixado o bote no clube no domingo e havia voltado na segunda para dar entrada, o gerente fez questão de dizer que quebraria o meu galho e me cobrou R$ 20 pelos dois dias.

Pagar não é o problema, o ruim é você pagar e ainda sentir como se estivessem nos fazendo um favor. Eles deixam bem claro que você não é bem vinda! O clube deve funcionar com dinheiro público porque certamente com essa administração, de outra maneira já estaria falido!

Deixo bem claro que os funcionários da portaria e os que ajudam os barcos a atracarem são ótimos, a nossa reclamação é contra a administração.

Uma coisa boa de Salvador é o Bar do Cravinho no Pelourinho. Tudo que está no cardápio é delicioso e o  preço muito bom!

P8250046_thumb[2] Dois gulosos: Camarão pistolinha e arrumadinho juntos.

Fomos jantar dois dias seguidos no Cravinho; no primeiro dia, com o casal Janjão e Ivany do ¨”Sweet”; no segundo,com Pieter e Cris do “Onda Boa”.

No Pelourinho você dá um passo e alguém te pede dinheiro; outro passo e alguém te oferece alguma coisa; se passar em frente de algum restaurante, que são vários, o garçom oferece o cardápio. É cansativo!

Chegamos a conclusão que seria legal mandar fazer uma camisa com as frases:

NÃO TENHO - NÃO QUERO - JÁ JANTEI! 

Já me disseram que em algumas ilhas no Caribe é pior ainda. Santa paciência!

Guta

Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!