terça-feira, 7 de maio de 2013

Los Roques

P4090174

Depois de oito dias em Blanquilla seguimos rumo a Los Roques. Uma velejada com ventos e ondas de popa.  Nem subimos a vela grande, velejamos com nossa duas genoas armadas em “asa de pombo” . Fizemos uma média de 7 nós de velocidade.

P3300005

P4090146

P4090151

P4090155

P4090170

Assim que chegamos em Los Roques fomos para uma ancoragem logo na entrada chamada Francisquis.

Umas duas horas depois chegou o barco da guarda costeira nos avisando que deveríamos ir ao “centro” do arquipélago de Los Roques, Gran Roque, fazer os papéis. Explicamos que havíamos acabado de chegar, e eles foram simpáticos, nos disseram para relaxar e que poderíamos ir no dia seguinte sem problemas.

No dia seguinte estávamos em Gran Roque. Para fazer os papéis foi aquela novela… Ninguém sabia informar nada. Fomos de uma ponta a outra da ilha umas duas vezes, e sol estava de rachar.

Informação importante para quem quiser passar por Los Roques futuramente: Agora é possível dar entrada na Venezuela por Gran Roque, não é preciso ir ao continente para dar entrada no país. Era muito comum velejadores passarem com seus veleiros pelas ilhas (evitando fazer os papéis em Gran Roque e principalmente não pagando a taxa do parque), e depois seguirem para Bonaire ou Curaçao, mas de três meses para cá, o parque está com uma lancha fiscalizando todas as embarcações juntamente com a guarda costeira. A embarcação que for pega sem os papéis recebe uma multa, e só sai do país com essa multa paga. (não sabemos o valor).

O passo a passo: Chegando em Gran Roque, a primeira coisa a fazer é pagar a taxa do parque, que nos custou o equivalente a R$ 330 por 15 dias (só para comparar, em Fernando de Noronha nos cobraram R$ 165 por dia, somente o barco, ou seja por 15 dias em Fernando de Noronha pagaríamos R$ 2.475).

P4100183Local de pagamento das taxas do parque.

Com a taxa do parque paga, você têm que ir a Capitania dos portos dar entrada com a embarcação, em seguida na Guarda costeira e por último na Imigração. É carimbo que não acaba mais… Mas valeu cada passo e cada centavo gasto!

P4100182

Gran Roque é um lugarejo lindinho, sem calçamento (areia fofa, haja perna!) com várias pousadas charmosas, ruas arborizadas, muito bonito.

P4090173

P4120007

P4150078Na ilha não têm carro, só ca canelinha! rsrsrsrsrsrs Mas a ilha é pequenininha.

P4090172

Outra dica: Ficar ancorado um pouco mais distante da praia, se não, seu barco vira moradia para essas andorinhas do mar e pelicanos, são lindinhos, mas fazem uma sujeira danada!

P4090169

P4120005

Nos surpreendemos com a quantidade de brasileiros na ilha. Pelos sotaques a maioria eram de paulistas e mineiros. Fundeados em uma outra ilha, todos os dias passavam lanchas com turistas perto da gente. Um dia, com a lancha a mil por hora, um cara que deve ter visto a bandeira brasileira no nosso barco gritou: Vascooooooo! A figura devia ser carioca! Para gritar de um barco lotado o nome de um time do Rio, só podia ser carioca!

P4140020

P4140024

P4170088

P4210143

Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!