domingo, 1 de dezembro de 2013

Vídeo: Passeio pelo canal do Panamá

Olá pessoal, tudo bem com vocês?!

Um amigo me perguntou onde estávamos e porque eu não havia dito no blog. Verdade! Quem ainda não curtiu a nossa página no FACEBOOK deve estar perdido, então recapitulando…

De Cartagena fomos para as ilhas de San Blás (que pertencem ao Panamá) onde ficamos mais ou menos um mês. De San Blás viemos para PortoLindo, uma ancoragem mais próxima da cidade do Panamá.

Infelizmente como o nosso acesso a internet é ruim, praticamente todos os nossos posts são programados, por esse motivo, ainda estou postando vídeos de Cartagena, mas já estamos no Panamá. Quando estivermos em Galápagos, vocês ainda estarão assistindo a vídeos que fiz aqui no Panamá. Não encontrei outra maneira de continuar com os posts. Estou postando todos os domingos, já repararam?! Prefiro assim do que ficar um tempão sem postar.

Já estamos aqui em PortoLindo há quase um mês também, e daqui fizemos várias viagens a cidade do Panamá. De San Blás também é possível ir até a cidade do Panamá, mas é caro e bem complicado para ir e voltar no mesmo dia. Daqui de Porto Lindo, também é complicado, porém mais barato.

Decidimos conhecer o canal do Panamá antes de atravessar. Saímos no primeiro ônibus, as 5:30 da manhã. Os ônibus aqui são terríveis. São ônibus de estudantes americanos. O que não serve mais por lá, eles enviam para cá. Por serem ônibus de crianças, as poltronas são pequenas e como os  adultos pesam em média 120 kg (de gordura) ficamos exprimidos nos sofás e para completar, o volume do som é muito alto. Se a música fosse boa, até daria para aguentar… Para terem uma idéia, quando tocam músicas do Bruno e Marrone versão em espanhol ficamos felizes Soco

Depois de uma hora e meia como uma sardinha e a tortura musical, chegamos até a cidade de Sabanitas, onde desembarcamos e pegamos um outro ônibus, de viagem, mas que está sempre lotado, então vamos em pé por mais uma hora e meia até a cidade do Panamá. Geralmente pegamos taxis porque ainda não conhecemos a cidade e é mais rápido também. Para voltar, temos que estar em Sabanitas às 17:30 para pegar o último onibus para Portolindo e chegarmos no Guruçá em torno das 20:00 horas.. Por isso o tempo é bem apertado.

Os taxis aqui são relativamente baratos se você negociar, se não, os taxistas enfiam a mão. Uma corrida custa em média   U$ 3, mas toda vez nos pedem U$ 10 ou U$ 15. Chegamos ao ponto do Fausto ficar escondido enquanto eu vou procurar um taxista honesto.

Do terminal de Albrook até o mirante do canal, pagamos U$ 3 a corrida. Mas para voltar, como têm uma “máfia” lá dentro, nenhum taxista cobrou menos que U$ 15 e ainda eram mal educados. Então, fomos andando até a entrada (uns 5’ de caminhada) e acabamos pegando um ônibus por U$ 35 centavos até o terminal. Com a diferença almoçamos e pagamos as passagens de volta a Sabanitas. #sempreconomizando!

IMG_6437IMG_6322IMG_6315IMG_6345

Confesso que imaginava que o canal era um “mostro de 7 cabeças”, agora estou mais tranquila, parece muito mais simples do que eu imaginava.

Fiz esse vídeo para vocês terem uma noção também. Vou fazer outro, já no canal, quando atravessarmos.

Passeio no canal do Panamá

Ainda não sabemos quando vamos atravessar. A temporada de travessia para Polinésia começa em março, poderemos atravessar antes e ficar nas ilhas Perlas no Pacífico ou atravessar o canal e já seguir para Galápagos. Ainda não nos decidimos.

Por enquanto retornaremos a San Blás. Têm muitas ilhas lindas que ainda não conhecemos.Sol

Até semana que vem!

Comentários
1 Comentários

1 Comentário:

Anônimo disse...

Essa reportagem sobre o Canal do Panamá é simplesmente show de bola. Ela poderá ser utilizada como material didático para professores de geografia. Beleza!

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!