domingo, 20 de julho de 2014

Fatu Hiva- Marquesas

Eu brinquei no facebook que estávamos na dúvida entre irmos para Nuku Hiva, ao norte de Hiva Oa ou para Fatu Hiva, ao sul. Como o nome Nuku Hiva é meio suspeito, optamos por Fatu. Acabamos tomando no… do mesmo jeito porque pegamos uma orça ferrada! Mas era só brincadeira. Escolhemos Fatu Hiva por ter sido a Ilha que o Thor Heyerdahl , um Norueguês que escreveu o livro Kontiki morou por vários anos. Não li o livro mas vi o filme que é muito bom e até concorreu ao Oscar de melhor filme estrangeiro.
O cara sabia das coisas viu. A ilha é deslumbrante! A chegada foi emocionante! Eu gostaria de saber descrever as paisagens como leio em livros, mas não sei, por isso faço os vídeos, para vocês terem uma idéia do lugar.
 

20140527_211419
 
IMG_7974
 
Logo que chegamos, a tardinha, fundeamos próximo a praia, e um cara do veleiro ao lado fez um sinal, demos um olá de volta. Só depois fomos saber que se tratava de um velejador em solitário Russo e que ele queria nos avisar que o fundo não era bom onde havíamos jogado a nossa âncora. Descobrimos da pior maneira possível, com a entrada dos ventos comuns por lá. Os ventos canalizam por entre o vale e chegam até 50 nós! O raio do vento, só resolveu chegar a noite, obviamente, e lá fomos nós embora. A ancoragem estava lotada e só conseguimos espaço em 30 metros de profundidade. Galerinha do meu coração, foi um filme sinistro! Jogamos ferro (âncora) oito, oito vezes! Jogávamos 90 metros de corrente, e não unhava. E depois para recolher esses 90 metros, com o vento soprando 30, 35 nós?! Tadinho do meu guincho que eu cuido com tanto carinho. Trabalhou que nem um condenado. O vento lá sopra em rajadas mesmo, e dura uns 15 segundos. Quando a rajada chegava o impacto era tão grande que eu ia para trás. Era como se alguém tivesse me empurrado.
Nossa âncora nunca havia nos deixado na mão, era pá pum, sempre fundeamos de uma vez só! Dessa vez, tomamos uma bela surra! O fundo de Fatu Hiva é pedra. Para fundear é difícil e para âncora ficar entocada, fácil. Na hora de irmos embora, cheguei até a rezar. Graças a Deus, a âncora não entocou.
Diferente de Hiva Oa, o desembarque em Fatu Hiva é bem melhor. A ilha é farta em frutas: cajá, laranja, limão, bananas, fruta pão. Imaginem você passeando pela rua, dai um cara te diz Bonjouuuur e pede que você o acompanhe até a  casa dele. Você vai e chegando lá, ele te dá um cacho de bananas, um saco de cajá. Pois é, isso acontece por lá. Não demos conta de comer tanta fruta!
 
IMG_8029Augustino, um senhor que não podia nos ver e queria dar alguma coisa! Os presenteamos com a camisa do Brasil e ele adorou.

Os nativos são simpaticíssimos. Nenhum nativo passa sem te dar um bonjouuuuur arrastado, do tipo que temos que fazer biquinho para falar. Tente ai na sua casa, o biquinho vai aparecer! Alegre
 Em Fatu Hiva, pela primeira vez lamentei não saber falar francês. Eles são hávidos por conversar! Então, dicionário na mão, e fomos dando nosso jeitinho. Como eles tinham  boa vontade, deu para o gasto.
Fatu Hiva, foi o lugar que até agora fizemos mais trocas. As pessoas te param na rua perguntando seu queríamos trocar frutas e artesanato por roupas, esmaltes e principalmente perfumes. Elas são malucas por perfumes. Nada de levar material escolar, doces etc… o negócio são artigos femininos.
Conheci a Teea, que falava um pouco de Inglês e fizemos boas trocas. Ela queria roupas de ginástica e vestidos, e eu frangos (mortos e limpos), frutas e ovos. Foi bem legal “negociar” com ela. Duas mochilas da REFENO que tínhamos guardada, fora trocadas por colares com pérolas negras. Amei!

20140528_203606Teea

20140528_204917Galos, o bichinho de estimação das crianças.

IMG_8012
 
IMG_8041

Coxinha a bordo. Eu quem fiz! Ficaram bonitinhas!

Muita gente opta por chegar em Fatu Hiva depois da travessia, mas Fatu Hiva não é um porto de entrada. Se a guarda da Gerdamerie te pegar sem os documentos, podem aplicar uma multa. O certo é ir para Nuku Hiva ou Hiva Oa (ambas são portos de entrada) e depois podemos seguir para onde quisermos. Nós sempre fazemos tudo certinho para evitarmos problemas. Adivinhem qual foi o primeiro barco visitado pela guarda da Gerdamerie em Fatu Hiva?
Quando os oficiais chegaram estávamos fazendo a ciesta (hábito adquirido em Galápagos e também usado pelos nativos das Marquesas e Tuamotous). Os oficiais chegaram no bote deles e apoiaram com a mão no nosso barco. O pestinha do Faísca foi com tudo e mordeu, uma beliscadinha de nada, a mão do oficial. Pensei: Ferrou! mas o cara era gente boa e entendeu que era o trabalho do Faísca. Uns cinco minutos depois, o Faísca já estava no colo do oficial, lambendo o cara, como se pedisse desculpas.

IMG_8020


Depois ficamos sabendo pelo José Carlos, nosso tripulante carioca que  conversa com Deus e o mundo, que o navio da guarda havia batido em corais e afundado.

O José Carlos, conheceu os tripulantes de um veleiro Italiano e foi fazer um tour pela ilha com eles. Depois fomos a um jantar e um almoço na casa de nativos juntos. Os Italianos são muito bons de garfo, e sem frescuras. Muita coisa era improvisada, como os copos e talheres porque os nativos haviam perdido a casa em um incêndio e etavam recomeçando a vida. Foi mais divertido do que gostoso. Até agora tudo que comemos aqui na Polinésia Francesa foi com pouquíssimo sal ou sem tempeiro. O menu eraporco do mato assado, banana e arroz.
IMG_8051
 
IMG_8053
   
IMG_8037

Tentamos usar a  internet da casa de uma nativa, o pagamento era o que quiséssemos dá-la.  Consegui postar algumas fotos no facebook, quando estava sozinha, quando a galera chegava, nem nem.
 
IMG_8050
 
IMG_8047Velejadores lavando roupas.

Antigamente ser gorda era requisito para conseguir um marido aqui nas Marquesas. As meninas quando ficavam moças, entravam em um regime de engorda para terem pretendentes. Quanto mais gordas, mais bonitas. Hoje isso mudou. Conversando com a Teaa, ela explicou-me que participa de um grupo que faz ginástica todos os dias. Como elas têm tendência a engordar, também fazem dieta. Disse que não têm nada a ver com a estética, e sim com a saúde. Realmente vimos grupos de meninas correndo, jogando vôlei e futebol. Aliás, eles adoram futebol!

IMG_8022

Até mais, Guta.
Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!