domingo, 7 de dezembro de 2014

Supermercados- o playground dos velejadores

Quando entrei em Tobago no primeiro mercadinho depois que chegamos fora do Brasil, fiquei extasiada! Língua diferente, produtos diferentes, muita coisa para  explorar. Quase dois anos depois, continuo assim. Chegamos em um lugar, e já logo vou procurar saber onde fica o supermercado, que na maioria das vezes são micro mercados.

Em Trinidad, eu e a Maite do veleiro Sobá íamos ao supermercado PRICE SMART, um SUPER tipo MACRO no Brasil.  Como não conhecíamos vários produtos, a gente comprava, testava e passava o feed back uma para outra se era bom ou não. O chato desse mercado é que tinha que ter um cartão de membro para poder fazer as compras. Pegávamos o cartão emprestado e fomos barradas com vários carrinhos de compras cheios várias vezes mas sempre dávamos o nosso jeitinho brasileiro,  pedíamos o cartão de quem estivesse na fila atrás de nós na cara de pau mesmo!  No final das contas, toda semana a brasileirada ia ao Price comprar coisas para o churrasquinho que fazíamos todas as sextas-feiras e para comer pizza da lanchonete que era barata e deliciosa. Um programão!  Falando sério, era emocionante o suspense se seríamos barradas no caixa ou não!

Quando chegamos em Aruba, conhecemos um velejador Alemão, não sei como surgiu o assunto e descobrimos que em Aruba tinha um PRICE SMART. Como o alemão estava de partida nos deu seu cartão fidelidade. Loiro e com um barbão, parecido com Fausto, fizemos várias compras sem problemas.

Quando fomos para a cidade do Panamá, praticamente todos os velejadores fazem suas compras de provisões nesse mercado, e  é uma emprestação de cartão direto e reto. Quando fomos fazer nossas compras, ficamos na dúvida se o cartão de Aruba, poderia ser usado no Panamá. Perguntamos a uma funcionária que também ficou na dúvida e foi perguntar a gerente. Putz, na hora pensei: Ferrou, se ela perguntar o nome “alemão” do Fausto, ele não vai saber dizer. O nome do cara é wolfgandjonet, não tínhamos ideia de como se pronunciava. Quando comentei com Fausto, ele começou a ficar nervoso, vermelho, já estava se entregando sem dizer uma só palavra. Eu já estava me ‘pocando’ de rir só de ver a cara de pânico dele mas a gerente, que acho, não quis pagar o mico de chamar o Fausto alemão com a pronuncia errada, só respondeu: Sim! Você pode usar o seu cartão em qualquer PRICE SMART de qualquer parte do mundo.

Quando o cartão venceu, paramos com a brincadeira e fomos fazer o nosso. O complicado como sempre é que nos pedem endereço, telefone etc.… Pegamos o nome de uma rua, inventamos um número, colocamos nosso telefone celular, que tínhamos de verdade e pronto. Pagamos U$ 35 pelo bendito! O valor do cartão era ínfimo, mas se tivéssemos feito logo que chegamos lá em Trinidad não teríamos essas histórias para contar e não teríamos nos divertido tanto!

Na maioria dos lugares que passamos até agora, os chineses estão reinando no ramo alimentício. Supermercados, lanchonetes e restaurantes, sempre têm algum chinês, na verdade um oriental (não sei a diferença entre eles), atrás do balcão.  Em alguns mercados, existem seções inteiras só de produtos orientais.

Em  Huahine e Bora Bora os mercados (oriental) eram grandes e com muitos produtos que eu não conhecia.

20140721_202329

Lata de ravióli e caneloni prontos. Comprei mas ainda não dei para o Fausto experimentar! hihihihi

20140727_153214

Latas de Paela, couscous. O arroz e o couscous a gente cozinha e depois é só misturar os molhos prontos. Isso era caro, fiquei na dúvida se deveria arriscar a comprá-los, e acabei não comprando.

20140716_145427

Açúcar da flor de coco, foi o que entendi! Também custava bem carinho.

20140716_150347-1

Iogurte que não precisa ficar na geladeira. Muito bom para velejadores!

20140731_183554

Leite de coco salgado engarrafado. Eles usam muito o leite de coco para cozinhar e fazerem o prato que acho ser o principal daqui: Peixe cru com leite de coco.

20140724_140146

Óleos de coco, essência de flores, bronzeadores do Tahiti. Via muitos turistas comprando,mas como sempre, tudo caro.

20140724_140853

Essa embalagem de leite condensado é show! Acho que ainda não chegou no Brasil, mas é muito prática, só usamos o que queremos e guardamos o restante na geladeira. Têm de creme de leite também.

20140724_202702

Encontrei fubá! Foi tanta emoção! Só faltava eu encontrar um quiabo para fazer um frango ensopado completo. Sonhar não custa nada né?

20140716_145717-1

E tchã tchã tchã tchã! Espinafre em lata que eu só havia visto nos desenhos do Popeye! Vou experimentar, porque estou meio fraquinha! Gargalhando

20140716_145830-1-1

Agora gente, uma coisa que não encontrei em lugar nenhum até agora, foi farinha de mandioca. Eu tenho guardada a sete chaves no barco, e só uso em ocasiões especiais. Então, quem sair para viajar como nós, e gostar de farinha de mandioca, tragam um estoque!

Inté,

Guta.

Comentários
0 Comentários

Seja o primeiro a comentar:

Postar um comentário

Estamos viajando e não temos uma conecção a internet fixa a bordo.
Por esse motivo, certamente seu comentário demorará a ser postado, poderá não ser respondido, mas será lido.
Se ainda assim, quiser comentar fique a vontade!